quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Sede De Viver

Este fim-de-semana, em jeito de mini-férias, foi maravilhoso! Não, não andei a brincar ao Carnaval... Não é que goste muito do Carnaval mas, ainda assim, quase que fui sair e até já tinha preparado ir de Amy Winehouse, mas não consegui encontrar peruca e colocar o meu cabelo como ela, seria uma missão impossível! Isto de não gostar do Carnaval é meio genético. Meu Pai detesta! Quando era pequenino, nem com subornos do meu Avô ele se mascarava! Minha Avó, que é uma excelente costureira, propunha sempre ao meu Pai um fatinho costurado por ela à sua escolha, mas a tentativa era em vão.

O meu fim-de-semana foi maravilhoso pois foi inteiramente dedicado aos que mais amo. Tive a visita do mais novo rebento da família... É incrível como uma criança, ainda que pertinho de mim apenas por uns dias, mudou a minha (nossa) vida! Rimos muito com as suas gracinhas! Foi demais... Há muitos anos que não nasciam bebés na família...
Sempre amei crianças, mas conviver de perto com uma, dá-me ainda mais sede de viver e de ter filhos. É claro que há tempo para tudo, mas sempre disse que o meu maior sonho é ser Mãe! Ter um filho deve ser, ou melhor, é certamente, a melhor e mais incrível experiência da nossa vida. Tenho a certeza! A sensação do amor incondicional que durante a vida achamos que o sentimos por outras pessoas (e se calhar até sentimos), mas o amor a um filho? Esse não deixa quaisquer dúvidas!

Poder olhar para um ser que é nosso, mudar a vida em função dele, os objectivos, as prioridades, as preocupações... Dedicar o tempo a cuidar dele, a educá-lo...

É, sem qualquer dúvida, o melhor papel na vida de um Ser Humano.

Um dia...

|Imagem - Hidden Behind The Joy - DeviantArt|

Sem comentários: