terça-feira, 2 de novembro de 2010

Vizinhança

Eu e o meu homem somos daquelas pessoas que não têm - nem querem ter -, grandes relações com os vizinhos. Vamos ter sempre o habitual bom dia! e boa noite, como está?, que tempo frio!, que chuva chata, não acha? e todas as outras conversas de elevador que servem só para quebrar o gelo, mas nada mais. Reuniões de condomínio? Poucas, curtas e produtivas. É que nós temos alguns vizinhos com quem não nos identificamos de todo. São educados e simpáticos, mas queixam-se por tudo e por nada e até chega a chatear. É o chão que tem isto, é a vizinha que fez aquilo, é a outra que estacionou mal o carro, blá blá blá. Eu não digo que não têm razão, o que eu digo é que não deixo que me aterrem no pêlo cabelos brancos e pés-de-galinha por coisas que sabemos que se vão resolver, ainda por cima com um construtor que não olha a despesas em nada. Há poucos assim.
É verdade que quando nós compramos uma casa, temos o direito de a ter em perfeitas condições, mas às vezes as coisas cheiram a implicância, em especial quando a construtora já nos provou que arranja sempre tudo o que nós pedimos. Enfim.
E ainda por cima sei perfeitamente que há um ou dois vizinhos que adoram falar dos restantes. Há uns meses atrás uma vizinha vem ter comigo e, com tom de preconceito, disse-me [enquanto torcia o nariz] que já tinha visto a vizinha nova e que ela era gótica. Mas assim com um ar de gótica-tipo-sacrificadora-de-galinhas-em-rituais-satânicos! Pronto, está bem, é gótica, pensei. Eu já conheci tantos góticos e imaginei logo os clichés do costume: uma mulher vestida de preto, com maquilhagem preta, cabelo preto, unhas pretas e, o mais importante, que gosta muito de estar na dela... E isto é como quem diz: perfeita. Vai ser uma que não vai chatear de certezinha e isso são boas notícias.
Por acaso, a vizinha não é gótica. É uma mulher muito simples e muito simpática, que gosta de se vestir quase sempre de preto. Para ela está sempre tudo bem, não se aborrece com nada e isso é o que se quer.
Para mim até podia ser gótica, metaleira, hippie, mórmon, protestante, amish, freira carmelita ou acompanhante de luxo, tanto me faz! Desde que fique na dela e lá na paz do Senhor, estamos bem. Estamos muito bem.

|Imagem - Eva Longoria, Teri Hatcher, Marcia Cross e Felicity Huffman|

19 comentários:

Fiona disse...

A questão de vizinhos é sempre muito complicada... E então quando gostam de se meter na vida dos outros e dizer isto ou aquilo, ui ainda pior!

Mie disse...

Em 3 anos posso dizer que conheco uns 5 e de passagem, os outros 20 (?? acabei de descobrir que nem sei quantos somos) nao faco a minima ideia quem sejam.
Ninguem chateia ninguem, e tudo tratado por uma empresa e vive-se em paz, que o que se quer.

*B* disse...

Fiona, exactamente por isso é que o melhor é dar pouca confiança!

*****

Mie, ah sim! Também temos uma empresa gestora do condomínio. Deusmelivre do contrário!

;p


BEIJINHO A AMBAS! :)

Miss B-Beautiful disse...

É impressão minha, ou a *B* é a administradora do condomínio?
Eu safei-me este ano, mas para o ano... Não me parece!

Lady Me disse...

É mesmo o que importa, que fiquem na deles, na paz do senhor.!

Doce disse...

Devemos ser vizinhas:) LOL. É que no meu prédio vivo exactamente isso que descreves.

Nokas disse...

É complicado, o melhor mesmo é afastares-te desses assuntos!! É por isso que preferia morar numa vivenda isolada :)

...Ju... disse...

"Para mim até podia ser gótica, metaleira, hippie, mórmon, protestante, amish, freira carmelita ou acompanhante de luxo, tanto me faz! Desde que fique na dela e lá na paz do Senhor, estamos bem. Estamos muito bem."

adorei! fantástico!

Um pequeno artista disse...

E por falar em vizinhos...por onde andam vocês que nunca mais vos pusemos a vista em cima????

Para quando uma visitinha?

bjs

p.s- Espero que esteja tudo bem...

Dulce disse...

Eu cá evito ao máximo aproximações com a vizinhança e também me limito às conversas de circunstância... As reuniões de condomínio são sempre uma dor de cabeça, sobretudo porque a maioria deles são idosos casmurros com ideias quase sempre inexequíveis!!

Mas pronto, antes isto que má vizinhança, como já tive noutros tempos, gente que faz barulho a qualquer hora da noite, que deixa o lixo ao fundo das escadas e coisas do género... isso é que eu já não suporto!...

Cat disse...

Sou da mesma opinião, o melhor é não dar muita conversa nem muita confiança pra não dar azo a situações que não queremos.

No meu prédio só moram velhotes. Nós somos o único apartamento de estudantes, só raparigas. Como somos 3, mesmo que cada uma traga cá algumas pessoas de vez em quando, acabam-lhes sempre por parecer muitas pessoas. Os meus vizinhos devem achar que isto é um regabofe, uma rambóia, uma orgia pegada, um bordel, sei lá. Já perguntaram ao meu namorado, quando ele vinha nas escadas "vai pro 3ºesquerdo, não é?". Claaaaro, what else? --'

*B* disse...

Miss B-Beautiful, nem pensar! Contratámos uma empresa!

[cruzescanhoto]

;p

*****

Lady Me, :)

*****

Doce, se calhar somos! [lol]

*****

Nokas, pois, numa vivenda sempre estamos à vontade!

*****

Ju, ;p

*****

Um pequeno artista, meu amor!

Está tudo bem, tirando o cansaço :(
Esta semana vai haver visita, não aguento mais!!! :)

*****

Dulce, sim, tens razão! Há sempre cenários piores!

Boa sorte, também! :)

*****

Cat Narizinho, perguntaram, sério?

Há gente muito preconceituosa com as casas de estudantes. Alguns são mesmo ramboieiros e só trazem problemas, mas não podem ser redutores: nem todos são assim!

L'Enfant Terrible disse...

Os vizinhos não se escolhem e por vezes sai cada um na rifa, mais preocupados na vida dos outros do que na deles, ou sem o minimo de educação ao nível das regras da convivência!

Ricardo disse...

LOOOOOL
os vizinhos são lixados.
por acaso tb n m dou com os vizinhos daqui da zona... há sempre uma data de fofoqueiros tb xD

mundoameuspés disse...

Que sorte :)

Os vizinhos novos não dão mts cunfias, bom é assim que eu gosto. ;)

Agora as velhas ranhosas, é inevitavel em não se meter na vida duma gaja, chatas até dizer chega...mas epah conhecem-me desde bebé...e enfim.

Sofia disse...

Lol, vizinhos sim, confianças não!
Beijinhos,Sofia

*B* disse...

Enfant, sem dúvida! Mas os meus sabem conviver, são é demasiado picuinhas!

*****

Ricardo, há sempre um ou dois!

*****

Mundoameuspés, pois!
Acho que as pessoas mais desocupadas são piores, sabes?

*****

Sofia, mai' nada! ;)

Ana Princesa disse...

Passam-se semanas sem ver ninguém nas escadas do prédio e não me queixo!
E por aqui, o que mais me tira do sério é os sacos do lixo deixados na escadas....
nojo!

**

*B* disse...

Ana Princesa, sê bem-vinda!

Realmente, que nojo. Mas nesse aspecto tenho óptimos vizinhos!


Volta mais! :)