terça-feira, 2 de novembro de 2010

Vizinhança

Eu e o meu homem somos daquelas pessoas que não têm - nem querem ter -, grandes relações com os vizinhos. Vamos ter sempre o habitual bom dia! e boa noite, como está?, que tempo frio!, que chuva chata, não acha? e todas as outras conversas de elevador que servem só para quebrar o gelo, mas nada mais. Reuniões de condomínio? Poucas, curtas e produtivas. É que nós temos alguns vizinhos com quem não nos identificamos de todo. São educados e simpáticos, mas queixam-se por tudo e por nada e até chega a chatear. É o chão que tem isto, é a vizinha que fez aquilo, é a outra que estacionou mal o carro, blá blá blá. Eu não digo que não têm razão, o que eu digo é que não deixo que me aterrem no pêlo cabelos brancos e pés-de-galinha por coisas que sabemos que se vão resolver, ainda por cima com um construtor que não olha a despesas em nada. Há poucos assim.
É verdade que quando nós compramos uma casa, temos o direito de a ter em perfeitas condições, mas às vezes as coisas cheiram a implicância, em especial quando a construtora já nos provou que arranja sempre tudo o que nós pedimos. Enfim.
E ainda por cima sei perfeitamente que há um ou dois vizinhos que adoram falar dos restantes. Há uns meses uma vizinha vem ter comigo e, com tom de preconceito, disse-me [enquanto torcia o nariz] que já tinha visto a vizinha nova e que ela era gótica. Mas assim com um ar de gótica-tipo-sacrificadora-de-galinhas-em-rituais-satânicos! Pronto, está bem, é gótica, pensei. Eu já conheci tantos góticos e imaginei logo os clichés do costume: uma mulher vestida de preto, com maquilhagem preta, cabelo preto, unhas pretas e, o mais importante, que gosta muito de estar na dela... E isto é como quem diz: perfeita. Vai ser uma que não vai chatear de certezinha e isso são boas notícias.
Por acaso, a vizinha não é gótica. É uma mulher muito simples e muito simpática, que gosta de se vestir quase sempre de preto. Para ela está sempre tudo bem, não se aborrece com nada e isso é o que se quer.
Para mim até podia ser gótica, metaleira, hippie, mórmon, protestante, amish, freira carmelita ou acompanhante de luxo, tanto me faz! Desde que fique na dela e lá na paz do Senhor, estamos bem. Estamos muito bem.

|Imagem - Eva Longoria, Teri Hatcher, Marcia Cross e Felicity Huffman|

19 comentários:

Fiona disse...

A questão de vizinhos é sempre muito complicada... E então quando gostam de se meter na vida dos outros e dizer isto ou aquilo, ui ainda pior!

Mie disse...

Em 3 anos posso dizer que conheco uns 5 e de passagem, os outros 20 (?? acabei de descobrir que nem sei quantos somos) nao faco a minima ideia quem sejam.
Ninguem chateia ninguem, e tudo tratado por uma empresa e vive-se em paz, que o que se quer.

*B* disse...

Fiona, exactamente por isso é que o melhor é dar pouca confiança!

*****

Mie, ah sim! Também temos uma empresa gestora do condomínio. Deusmelivre do contrário!

;p


BEIJINHO A AMBAS! :)

Miss B-Beautiful disse...

É impressão minha, ou a *B* é a administradora do condomínio?
Eu safei-me este ano, mas para o ano... Não me parece!

Lady Me disse...

É mesmo o que importa, que fiquem na deles, na paz do senhor.!

Doce disse...

Devemos ser vizinhas:) LOL. É que no meu prédio vivo exactamente isso que descreves.

Nokas disse...

É complicado, o melhor mesmo é afastares-te desses assuntos!! É por isso que preferia morar numa vivenda isolada :)

...Ju... disse...

"Para mim até podia ser gótica, metaleira, hippie, mórmon, protestante, amish, freira carmelita ou acompanhante de luxo, tanto me faz! Desde que fique na dela e lá na paz do Senhor, estamos bem. Estamos muito bem."

adorei! fantástico!

Um pequeno artista disse...

E por falar em vizinhos...por onde andam vocês que nunca mais vos pusemos a vista em cima????

Para quando uma visitinha?

bjs

p.s- Espero que esteja tudo bem...

Dulce disse...

Eu cá evito ao máximo aproximações com a vizinhança e também me limito às conversas de circunstância... As reuniões de condomínio são sempre uma dor de cabeça, sobretudo porque a maioria deles são idosos casmurros com ideias quase sempre inexequíveis!!

Mas pronto, antes isto que má vizinhança, como já tive noutros tempos, gente que faz barulho a qualquer hora da noite, que deixa o lixo ao fundo das escadas e coisas do género... isso é que eu já não suporto!...

Cat disse...

Sou da mesma opinião, o melhor é não dar muita conversa nem muita confiança pra não dar azo a situações que não queremos.

No meu prédio só moram velhotes. Nós somos o único apartamento de estudantes, só raparigas. Como somos 3, mesmo que cada uma traga cá algumas pessoas de vez em quando, acabam-lhes sempre por parecer muitas pessoas. Os meus vizinhos devem achar que isto é um regabofe, uma rambóia, uma orgia pegada, um bordel, sei lá. Já perguntaram ao meu namorado, quando ele vinha nas escadas "vai pro 3ºesquerdo, não é?". Claaaaro, what else? --'

*B* disse...

Miss B-Beautiful, nem pensar! Contratámos uma empresa!

[cruzescanhoto]

;p

*****

Lady Me, :)

*****

Doce, se calhar somos! [lol]

*****

Nokas, pois, numa vivenda sempre estamos à vontade!

*****

Ju, ;p

*****

Um pequeno artista, meu amor!

Está tudo bem, tirando o cansaço :(
Esta semana vai haver visita, não aguento mais!!! :)

*****

Dulce, sim, tens razão! Há sempre cenários piores!

Boa sorte, também! :)

*****

Cat Narizinho, perguntaram, sério?

Há gente muito preconceituosa com as casas de estudantes. Alguns são mesmo ramboieiros e só trazem problemas, mas não podem ser redutores: nem todos são assim!

L'Enfant Terrible disse...

Os vizinhos não se escolhem e por vezes sai cada um na rifa, mais preocupados na vida dos outros do que na deles, ou sem o minimo de educação ao nível das regras da convivência!

Ricardo disse...

LOOOOOL
os vizinhos são lixados.
por acaso tb n m dou com os vizinhos daqui da zona... há sempre uma data de fofoqueiros tb xD

mundoameuspés disse...

Que sorte :)

Os vizinhos novos não dão mts cunfias, bom é assim que eu gosto. ;)

Agora as velhas ranhosas, é inevitavel em não se meter na vida duma gaja, chatas até dizer chega...mas epah conhecem-me desde bebé...e enfim.

Sofia disse...

Lol, vizinhos sim, confianças não!
Beijinhos,Sofia

*B* disse...

Enfant, sem dúvida! Mas os meus sabem conviver, são é demasiado picuinhas!

*****

Ricardo, há sempre um ou dois!

*****

Mundoameuspés, pois!
Acho que as pessoas mais desocupadas são piores, sabes?

*****

Sofia, mai' nada! ;)

Ana Princesa disse...

Passam-se semanas sem ver ninguém nas escadas do prédio e não me queixo!
E por aqui, o que mais me tira do sério é os sacos do lixo deixados na escadas....
nojo!

**

*B* disse...

Ana Princesa, sê bem-vinda!

Realmente, que nojo. Mas nesse aspecto tenho óptimos vizinhos!


Volta mais! :)