quinta-feira, 3 de março de 2011

É Isso, Querida Amélie!

Hoje sinto que o melhor é continuar a ter a inteligência emocional para lidar com as (des)ilusões. Ou melhor, a fingir que tenho. Não apenas deitar cá para fora que não se criaram expectativas, quando na verdade cá dentro elas parecem moléculas em estado caótico. Se calhar já não tenho idade para sonhar. É isso. Mesmo se os sonhos são simples, sem nada de metafísico. Não queria ir a Marte nem criar antimatéria. Era simples. Possível.
Se calhar o melhor é, de uma vez por todas, cumprir o prometido e não pensar com o coração. Pensar com o pâncreas ou com o baço. Talvez com o fígado. Ou com a cabeça, com a razão. Ou estar quieta e simplesmente não pensar.O sonho fica para depois, se houver depois. Ou se houver sonho. Hoje eu não acredito em milagres. E amanhã também não.

|Imagens - Audrey Tautou|

15 comentários:

dri disse...

Parece-me que precisas de uns miminhos! Como ando perdida no meio do Atlântico, só te posso enviar um grande beijinho e um abraço bem apertadinho.

E sonha muito porque:

"Que sempre que um homem sonha
o mundo pula e avança
como bola colorida
entre as mãos de uma criança"

beijinhos com saudades

*B* disse...

Querida Dri, tens razão. Tem de avançar!

O teu beijinho e o teu abraço chegaram bem... ;)

Obrigada.

Saudades.

Sabor Adocicado* disse...

Eu não sobreviveria sem sonhar.. desiludo-me tanto, mas tanto por vezes.. mas nada destrói o prazer da expectativa, do fazer planos.. e mesmo quando queremos cruzar os braços porque estamos cansados de sonhar em vão, a vida surpreende-nos e abre-nos aquela porta por onde tanto queríamos espreitar. O truque é ser paciente e acreditar sempre, mas não viver única e exclusivamente em função disso. É ocupar a cabeça, mas nunca matar o sonho. Porque os sonhos realizam-se. Pode não ser exactamente aquele, naqueles tons com que o pintamos outrora, pode ser um melhor, um que nos faça mais felizes agora. Na natureza tudo se transforma n é? Acho que os sonhos também se podem ir transformando, e mais cedo ou mais tarde materializam-se (:

Blair Randall disse...

a vida prega-nos partidas, é a prova de que estamos vivos. Não tenhas medo de cair desde que saibas que o próximo passo é sacudir a poeira, olhar em frente e continuar...


"I do believe in fairies, I do, I do"

xoxo

*B* disse...

Sabor Adocicado*, o teu comentário tocou-me imenso...

Mas hoje, só hoje, preciso mesmo de não acreditar em nada. De odiar os sonhos. De jurar nunca mais sonhar. Só hoje. Bem, talvez amanhã, ainda. Depois, prometo ler e reler as tuas palavras maravilhosas [Acho que os sonhos também se podem ir transformando, e mais cedo ou mais tarde materializam-se (:] e voltar a acreditar.

Mas hoje? Hoje não consigo, querida!



Beijinho especial. Muito*

*****

Querida Blair, é isso. Levantar sempre que se cai. Está prometido!

Beijinho, querida!

...Ju... disse...

comigo, querida, nunca há milagres ou sortes!

*B* disse...

Oh querida Ju... :(

madeMOIselle disse...

Tu não me deixa de sonhar, rapariga!

Lembra-te sempre que a idade das pessoas não se mede pelo que esta no B.I. (agora Cartão de Cidadão). As pessoas jovens são aquelas que Têm mais sonhos que recordações. Mesmo tendo muitas recordações :)

Espero ter ajudado :)

*B* disse...

Ajudaste sim, madeMOIselle! :)

Acho que a minha greve aos sonhos é temporária... Acho.

Bom fim-de-semana, querida!

:)

Obrigada.

Ma disse...

Gosto ;)

Pompi disse...

como te compreendo... adorei as tuas palavras!

Kikas disse...

já foi dito tanto por aqui.. que fiquei sem saber o que dizer. força, querida :)

*B* disse...

Ma, ;)

*****

Pompi, obrigada.

*****

Kikas, obrigada. Força para ti também...

Matryoshka disse...

Há dias assim, em que não acreditamos em milagres. E depois há os outros, em que tudo é possível! Espero que hajam mais dos segundos do que dos primeiros :)

*B* disse...

Querida Matryoshka, também espero.

Obrigada :)