sábado, 19 de novembro de 2011

19

Se no início recordava os nossos momentos com dor e lágrimas, o tempo fez com que agora os recorde já com um sorriso. Mas a dor fica. Fica sempre.
A 19 nasceu e a 19 a perdi. E dava tudo, mesmo tudo, para a ver sorrir só mais uma vez.
Se cá estivesse ainda, faria hoje 95 anos.

Amo-te, Avó ♥

20 comentários:

B. disse...

Nos nossos corações só deixarão de existir aqueles que ignoramos. Há certas pessoas que simplesmente, merecem um lugar :) Um beijinho querida *

Fiona disse...

abraço muito, muito apertado para ti *B*!

Mia disse...

Um carinho para ti. E paz suficiente que consiga acalmar a tua dor..

Bailarina disse...

Ai como eu te entendo... Era só mais um abraço e um bjinho... grrr

Ju disse...

Adorei! Simples e lindo! ;)

Anne Crystal disse...

Sei o que isso é... A minha também nasceu a 19, mas perdia-a a 15... não faz diferença, perdi-a tal como tu e teria agora 70 anos se ainda cá estivesse. Tenho saudades dela, já lá vão 10 anos :(

Lu! disse...

Como eu te compreendo. Perdi a minha à 7 meses... :(

Beijinhos

Petra disse...

Ohh *B*, um grande beijo e um abraço enorme....

Tsuri disse...

Ao que parece as nossas avós tinham o dia 19 em comum! Tão pouco consegui escrever, talvez por não conseguir ainda gerir.
Beijinhos e adorei essa dedicatória

*B* disse...

B., a minha Avó só desapareceu fisicamente. Viverá enquanto nós a amarmos, ou seja, sempre.

Obrigada, querida*

*****

Fiona, obrigada.

Senti.

:)

*****

Mia, obrigada.

Beijinho especial para ti.

*****

Bailarina, só mais um... :(

*****

Ju, obrigada.

*****

Anne, a minha perdi-a há 8 anos.

Abraço apertado, querida.

*****

Lu!, força, querida.

Abraço.

*****

Petrita, obrigada, minha linda!

*****

Tsuri, eu prometo-te que com o tempo a dor amaina, mas não prometo que passe.

Vais encarar de forma diferente, só isso. Como as nossas Avós queriam, certo?!





Obrigada a todos.

*B* disse...

É que nós éramos muito chegadas mesmo.

Muito.

Fiona disse...

Não precisas de agradecer, estamos cá para isso ;)

*B* disse...

Fiona, :)

disse...

Infelzimente compreendo-te...Em Março serão já 16 anos sem a minha querida avó, que era como uma mãe para mim. A dor suaviza-se, mas a saudade fica para sempre.

Kikas disse...

um grande beijinho, *B*!

*B* disse...

Bê, 16?! Tantas saudades. não é?!

:(

Perdi a minha há 8 anos.

*****

Kikas, obrigada.


[abraço a ambas]

Beauty disse...

Saudades muitas mesmo minha querida! Era uma pessoa mesmo muito especial...love her too, forever...:(
Um beijinho no coração.

*B* disse...

Beauty, outro para ti, Princesa!

Anónimo disse...

Andava aqui " a passear" por blogs e encontrei o teu. Ao ler este texto os meus olhos encheram-se de lágrimas... Quarta-feira faz sete meses que o meu avô morreu, ele nasceu a 22 e morreu a 22, quase como a tua avó. E o que sinto é o mesmo que sentes, dava tudo para o ver sorrir, para o ver uma última vez.
Obrigada
Ana

*B* disse...

Querida Ana... Um abraço muito apertado para ti.

Força!



Beijinho e obrigada pela partilha. Prometo-te que com o tempo se torna suportável. Prometo.