sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Mofo Ou Bafio? #7

A Lua De Joana.
Li-o logo mal foi publicado, assim, de enxurrada, num abrir e fechar de olhos. E voltei a lê-lo há uns tempos. Quando o reli, ainda me lembrava do que tinha pensado e sentido, há tantos anos atrás, naquelas cartas para a Marta. E voltei a dar a gargalhada com a parte que falava das botas do Pré-histórico que podiam matar baratas ao canto da sala.
Nunca tive um diário - o mais parecido é mesmo este blogue -, mas hoje tenho imensa pena de nunca ter escrito um.

31 comentários:

S* disse...

Eu gostei bem do livro... li-o duas ou três vezes durante a adolescência.

Anónimo disse...

Adorei esse livro, acho que marcou a minha adolescencia... tb voltei a le-lo à uns tempos e fiquei de novo surpreendida de como é mesmo muito bom...

B. disse...

Ainda no outro dia estive a falar deste livro e do que gostava de o reler. Quando o li era muito nova, gostava de o voltar a ler com outros olhos, com outra maturidade. Adoro adoro adoro! :)

stantans disse...

eu li o livro quando tinha uns 10 anos e lembro-me de ficar incomodada, e pensar o que a droga pode fazer às pessoas... como é que aquela rapariga passou de um extremo para o outro :/

Hermione disse...

o meu até tem as páginas amareladas do tempo ;p o que eu me lembro deste livro... que me ensinou o que é um caleidoscópio e me fez sonhar com um banco em forma de lua :) tenho montes de diários escritos na adolescência (até +- aos 16 vá) e de vez em quando adoro relê-los e chamar nomes a mim mesma ;p

ʝoana disse...

Eu adorei esse livro porque foi lido na altura certa. E sendo eu Joana e a minha irmã Marta é claro que esse livro me foi oferecido mal aprendi a ler. LOL

Eli disse...

Eu voltei a ler à uns anos durante as tardes de rio. :)

B! disse...

Adorei este livro! Li, reli e quando não tinha nada para fazer abria ao acaso e lia até ao fim. Todos os adolescentes deviam lê-lo.

L'Enfant Terrible disse...

Ainda vais a tempo!

Lua disse...

Também li o livro e adorei! Ainda hoje é dos meus favoritos, acredita! :)

Beijinho

**

Myann disse...

Li-o tantas vezes que lhes perdi a conta. E de cada vez que li apanhei mais qualquer coisa. A idade a mudar tem destas coisas :) ***

disse...

Também o li, há tantos anos! Como estou crescida. Quanto aos diários, sempre gostei de escrever, mas ao longo dos anos acabei sempre por deitar fora tudo o que dizia respeito ao passado. Agora, tal como tu, tenho o blog e tudo fica registado - não apago nadinha!

Pulseira disse...

Esse livro é mesmo um marco na adolescencia de todos nós.
Eu antes desse li "Os Filhos da Droga" de Christian F. que é um pouco mais chocante.
Procurei ler esses livros, quando tinha uns 16 anos mais ou menos, e foi mesmo para me informar sobre esse assunto. Na minha opinião é uma excelente fonte de informação sobre o mundo das drogas.
Todos os adolescentes o deviam ler!
Adorei!

Bernardo disse...

NUNCA LI

Denise disse...

Também o li e realmente devia voltar a lê-lo, é muito interessante!

Em contrapartida, eu sempre me fartei de escrever em diários! :)

Erikita disse...

Que saudades que me deu este teu post. Faz parte de toda uma geração (talvez mais que uma) que poderia não ter sido feita para as leituras, mas que foi fisgada pos este livro. =)

Se encontrasse o livro aqui, comprava-o só para o ler outra vez =)

Cat disse...

Isto é TÃO da minha adolescência :')

...Ju... disse...

fui a unica a chorar ao perceber que era o pai da Joana a ler, por a Joana já ter morrido?
(sempre tive tendencia prá pieguice!)

e marcou-me aquela coisa dos relógios...

Tixa disse...

também li... amei! E faço questão de o recomendar a todas as adolescentes e jovens que conheço:)



* beijocas

Ju* disse...

É daqueles livros que me acompanharam ao longo da vida. Aos 13 anos foi uma lição para mim. HOje já se passaram mais de 10 anos e ainda me lembro do que senti quando o li e voltei a ler!
Continua na minha estante e um dia se tiver filhos espero que peguem nele.
Beijinho

Ju*

Litopedian disse...

Um dos meus livros preferidos.*

Bailarina disse...

Acreditas, que nunca li esse livro?! Mas agora que falas, vai ser uma próxima aposta... 8)

Bjinho*

*B* disse...

Myann, Pulseira e Erikita sejam bem-vindas!


Pois é. Quem já o leu e releu concorda que olhamos para a história com outros olhos, outra maturidade...

Quem não o leu, ainda vai a tempo.




Beijinhos a todos

:)

Lígia Gomes disse...

visitas, pff? É o meu blog, tenho 13 anos e já li esse livro, é realmente muito comovente, eu chorei quando acabei de o ler... Bem, aqui está o endereço:

ligiaecompanhia.blogspot.com

Subscreves, sff? Obrigada pela atenção.

Xkizitah disse...

Déjà vu, recordo-me da minha adolescência...*

Elsa Filipe disse...

Também o li na minha adolescência e mais que uma vez. Recordo algumas partes, mas esqueci já muitas mais. Está ali, na estante junto dos outros, os que li, vou lendo ou hei-de ler. Bom blogue, continue assim. Gostei bastante!

*B* disse...

Obrigada, Lígia!

****

Xkizitah, :)

*****

Elsa, bem-vinda.

Obrigada. Volta sempre e trata-me por 'tu', please. ;)

MaGu disse...

tenho esse livro à tantos anos na minha estante...

Ahh, eu tive bastantes diários e a maioria deles já pegaram fogo...

*B* disse...

MaGu, queimaste-os?! Sério?!

Laura disse...

A lua de Joana é um livro fantástico que mete qualquer pessoa (seja qual for a faixa etária) com uma lágrima no olho!

Gosto do teu blog, hei de voltar :)

Beijo*

*B* disse...

Laura, bem-vinda!

Obrigada.

:)

*