quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Lamento...

Eu sei que este blog anda apagado. Eu sei que as minhas piadas se foram. Eu sei que muitos de vós deve fechar a página, mal a abrem. Ou nem abrem. Mas outros ficam e lêem. Eu entendo. Mas este blog reflecte, invariavelmente, o que sou. O que sinto. E neste momento, não sou bem eu. Ando demasiado grafite e há demasiado tempo. E acho que me habituei a encarar tudo tão bem, que perdi a capacidade de gerir os dias maus. Mas é também graças a eles que sei dar valor aos bons.Mas eu conheço-me. Antes de eu cair, derrubo todas as outras peças do xadrez, mesmo que caia no fim. O mundo pode desabar todo, mas desaba antes de mim. Não é arrogância, é amor-próprio. Algo que pode custar a chegar, mas quando chega, ninguém nos tira.

Resta-me apenas... Obrigada ♥

|Imagem - Daqui|

31 comentários:

Framboesa (uma diva de galochas) disse...

Ora bolas...tu escreves o que escreves qd te apetecer e se te apetecer...não estas a fazer nenhum serviço a ninguem por isso não peças desculpa...que é lá isso?! Mauuuuu!arrebita, va!
bj*

Sílvia disse...

Eu continuo a ler-te :) Sempre :)

L'Enfant Terrible disse...

Nem sempre há alegria, mas também ninguém disse que o mundo era perfeito, a única perfeição reside em ser genuíno e nada mais!

Cris disse...

Adorei o texto, poderoso!!

art.soul disse...

força aí!
eu ando por aqui:)
beijo

Nokas disse...

Melhores dias virão!!

Bri disse...

Embora seja um mundo virtual, todos os mundos contam com a presença de amigos. Este não é diferente.
Todas as pessoas que passam por aqui, as que comentam, as que se limitam a ler, as que passam e, embora não te sigam publicamente, prometem a elas próprias continuar a passar por este sitio tão amistoso e bem-disposto, gostam de ti. Cada um, á sua maneira, sente carinho e preocupação, sente quando não estás bem e quais são os teus melhores dias. Porque te conhecemos, conhecemos-te melhor do que, talvez, certas pessoas que vivem contigo no teu dia-a-dia. Não gostamos de ti pela tua imagem, pelos acessórios que usas ou pela moda que adoptas. Gostamos de ti porque é aqui que mostras quem és mesmo, como és perfeitamente imperfeita e como consegues cativar este mundo com meia dúzia de palavras.
Esquece o Grafite, todos nós te queremos é cheia de cor e de vida.
Não conheço o teu sorriso mas, como qualquer sorriso, sei que ele é capaz de vencer as guerras. Mesmo que implique perder algumas batalhas.

Milhões de beijinhos querida *B*

Fiona disse...

Independentemente de poderes escrever de forma diferente do que escrevias antes, continuo a ler-te sempre (ainda que possa não comentar sempre...). Beijinho de força :)

Imensidão dos dias disse...

Eu gosto de te ler :)

dri disse...

Um BEIJO do tamanho do mundo, para um dos maiores corações que já vi!!! ADORO-TE!!!

Raio-de-Luar disse...

Oh B*, o blog é o teu espaço, onde escreves o que te apetece, como te apetece, e principalmente, como te sentes. Ninguém tem dias só de sorrisos e alegrias. A vida é feita por altos e baixos, por fases mais luminosas e outras mais sombrias. Não peças desculpa por aquilo que és, pela fase da vida que passas ou pela forma como te sentes.
Bjinhos e força!

Manuela disse...

Querida *B*, eu continuo por aqui a ler-te, sempre!

Rita Jovi disse...

O teu blog é sempre interessante de se ler!! Mudanças no estado de espírito ou na maneira de encarar as coisas são perfeitamente normais. Não deixes de escrever por causa disso!!
;D

ana disse...

Eu comecei a ler o teu blog recentemente, mas pretendo continuar a fazê-lo..Concordo com os comentários acima..deves escrever quando te apetecer e se te apetecer!
Todos temos dias em que não nos sentimos nós próprios, em que estamos mais frageis..faz parte da natureza humama! ;)
beijinhos

Sorriso ツ disse...

Escrevas o que escreveres, estou sempre aqui, a ler-te. Estarei sempre deste lado. E tenho a certeza que muito em breve voltarás a escrever piadas, a partilhar outras coisas sobre ti, momentos engraçados com o S., enfim... sobre o que te apetecer!
Estou deste lado e sempre estarei. :)

Beijinhos, *B* :)

*******

Uma cereja no topo disse...

Continuamos aqui, não abandonamos o barco :)

Xs disse...

Calma!
Melhores dias virão!
E escreves o que queres, como queres e quando queres!

Miri* disse...

Nós acompanhamos-te sempre e vamos esperar pacientemente por melhores momentos.. o interesse nunca esmorece quando o rpoduto é realmente bom e o teu blog é REALMENTE BOM!

kiss*

*B* disse...

Que seria de mim sem vocês?!



Obrigada. Do fundo do meu coração.





Raio-de-Luar disse...

Olha uma pergunta que não tem nada a ver... como fazes esses corações no texto?
;)
tb quero...

Cat disse...

Oh *B*zinha...! Abraço apertado e beijinho na testa! ^^

*B* disse...

Raio-de-Luar, limito-me a copiar e colar, confesso!

:)

*****

Catzinha, tão bom... :)

Obrigada.

Sorriso ツ disse...

Resposta à Raio-de-luar:

escreves este código:

♥

Mas em letras minúsculas. Está escrito em maiúsculas para não aparecer o coração. E já está! É só isto! ;)

Beijinhos ♥

*B* disse...

Querida Sorriso, obrigada!

Agora também já sei. :)



[logo eu que tenho a mania que domino tudo que é html! ;p]



♥ - feito como ensinaste! ;)

Sorriso ツ disse...

Ora... De nada! :)

Beijinhos ♥ ;)

*B* disse...

Sorriso, beijinhos!

:)

Shiine* disse...

Estive, estou e estarei por aqui.

Elsa disse...

Olá *B*,

estive de férias e, portanto, já há algum tempo que não passava por aqui.

Hoje resolvi voltar a comentar porque encontrei este teu post e, através do qual, te achei novamente triste. E, desculpa-me a ousadia, espero que o motivo não seja o que estou a pensar, nem seja o mesmo das últimas vezes que comentei (lembras-te?).

Em todo o caso, seja qual for o motivo, quero que saibas que estou aqui, escrevas sobre o que escreveres. Devia comentar mais vezes, mas nem sempre tenho tempo... Mas deixar de ler, nunca! ;)

Por isso, sozinha nunca estás, nem estarás.

Se precisares de falar, conta comigo. Sei que sou uma estranha, mas quem sabe não é com os estranhos que conseguimos dizer tudo o que nos vai na alma?

Desculpa a minha ausência de comentários. É como te digo, o tempo nem sempre é muito.

Um grande beijo para ti! E espero que o modo grafite passe depressa! :)

*B* disse...

Querida Shiine*, eu sei.

Muito obrigada.

:)

*****

Querida Elsa, claro que lembro de tu comentares. Não te preocupes... São coisas minhas, sabes? Nem sempre podemos andar bem. De resto, tudo a andar! :)

E não precisas comentar, querida. O facto de estares aí já me deixa tremendamente feliz. E de estranha não tens nada... És a Elsa! :)

Abraço apertado*

Elsa disse...

Folgo em saber que está tudo bem naquilo que estava a pensar. Por outro lado, também fico preocupada por andares "grafite". É estranho, sabes, mas ao mesmo tempo muito bom, sentirmos preocupação por quem nunca vimos na vida real. Mas o que fazer e como explicar? Gosto de ti e sinto que te conheço só por aquilo que aqui escreves. E isso basta-me.
Por isso, querida *B*, reforço a ideia de que, se precisares, podes contar sempre comigo. Sempre.

Beijinhos :)

p.s. Tens que pedir uns miminhos extra ao teu namorado para colocares o teu diamante a brilhar... Sorri, sempre! ;)

*B* disse...

Querida Elsa, muito obrigada.

Já estou muito menos grafite, confesso. Os mimos fazem milagres!

;p


Beijinho especial*